Osmar Dillon | Dois Tempos
De 23/09/2010 a 16/10/2010                                                             

Dois tempos reúne cerca de vinte e seis poemas-objeto produzidos por Osmar Dillon na década de setenta e quinze de suas pinturas dos anos noventa. A produção desse artista remonta, entretanto, ao final dos anos cinqüenta, quando buscou integrar duas frentes de criação que antes praticava separadamente, a poesia e a pintura

A síntese das instâncias semântica, formal e lúdica (concebida para o espectador experimentar seu próprio corpo e ampliar o autoconhecimento pela participação direta), aproximou-o do movimento neoconcreto ao qual terminou por ligar-se em 1960.

/10

 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now